Empresa Júnior Mackenzie Consultoria

Nos dias de hoje, o sucesso de qualquer organização está conectado ao conhecimento do próprio mercado. O planejamento estratégico de uma empresa é determinante para que ela obtenha sucesso, sempre identificando fraquezas, tendo noção da atratividade e do possível lucro.

Nesse contexto, a análise das cinco forças de Porter é indispensável para que qualquer empresa consiga determinar qual deve ser a melhor maneira de entrar no mercado, como deve se posicionar diante da concorrência, fornecedores e clientes.

Como surgiram as cinco forças de Porter?

Este conceito surgiu nos Estados Unidos no final dos anos 1970, e sua aplicabilidade continua muito importante atualmente, através de um artigo publicado pelo renomado professor, Michael Porter, da Harvard Business School.

Nesse artigo, foi abordado um modelo de análise competitiva que pretendia auxiliar organizações a atingirem o sucesso no mercado, além de servir como guia para situações de ameaças ou oportunidades diante da concorrência.

Quais são as cinco forças de Porter?

Fonte: https://monreloempreendedorismo.com/5-forcas-de-porter/

Sendo assim, cada etapa funciona da seguinte forma:

  • Ameaça de entrada de novos concorrentes: é importante levar em consideração a possibilidade de novos entrantes no mercado. Por este motivo, estudar seu setor de atuação é essencial, pois um mercado atrativo e de fácil acesso é um ponto forte para a entrada de novas organizações no seu setor, colocando pressão nos custos, preços e nas margens de lucro da sua empresa.
  • Ameaça de produtos substituídos: fazer uma análise dos produtos ou serviços que possam entrar no mercado, com funcionalidade ou benefícios semelhantes aos da sua empresa, sendo importante também, investir em novas tecnologias e produtos inovadores com o melhor custo e qualidade para seu cliente, fazendo com que sua organização não acabe perdendo espaço no mercado.
  • Poder de negociação dos clientes: o relacionamento com o cliente é fundamental para uma organização, uma vez que a melhoria da oferta e da demanda no mercado depende dos clientes, por isso é interessante sempre oferecer produtos e serviços com a melhor qualidade e com um preço adequado, além de mostrar na prática que o cliente importa e a empresa está ali para apoiá-lo caso necessário.
  • Poder de negociação dos fornecedores: a negociação com os fornecedores é de suma importância para o sucesso de uma empresa, pois ao analisar o poder de barganha deles, é possível entender quanta influência estes exercem sobre seus produtos, e melhorar as condições sobre eles, conseguindo produtos de excelente qualidade e com o melhor custo-benefício. Além disso, é importante não possuir poucos fornecedores, pois com isso, a empresa fica rendida somente a eles, podendo atrasar e diminuir a eficiência do negócio, principalmente se houver algum ocorrido que precise interromper o fornecimento, por exemplo.
  • Rivalidade entre os concorrentes: analisar a rivalidade entre concorrentes é muito importante, pois dessa maneira é possível entender os pontos fortes e os pontos fracos de organizações rivais, alcançando o melhor posicionamento no setor. Diante disso, ao analisar a rivalidade com seus concorrentes, é possível aproveitar e analisar os aspectos que podem os tornar ameaçadores no mercado em que atuam, a fim de derrubar a concorrência.

Qual a importância das cinco forças de Porter?

Atualmente, para ter um negócio de sucesso, não basta ter uma ideia inovadora. Por isso, especialistas de mercado usam esta análise para auxiliar na criação do planejamento estratégico de suas organizações, por se tratar de um recurso completo e eficiente, que orienta o caminho pelo qual estes devem percorrer até conquistar o sucesso.

 As cinco forças de Porter são muito importantes porque através delas, é possível fazer uma análise eficiente do setor de atuação da organização, definindo um perfil sobre o comportamento de concorrentes, levando em consideração as tendências que influenciam as operações e os investimentos que devem ser realizados para alcançar melhores resultados e vantagem competitiva com relação aos concorrentes.

Como utilizar isso na minha organização?

 A competição entre empresas está cada vez mais acirrada nos dias de hoje, o que obriga os mais diversos tipos de organizações, sejam elas pequenas, médias ou grandes, a se manterem em constante alerta, para que não percam o seu lugar no mercado.

 Nesse sentido, através de uma gestão precisa e eficaz, utilizando ferramentas como as 5 forças de Porter é possível se diferenciar e fazer com que a sua empresa se destaque nesse mercado tão competitivo.  A partir disso, a análise das 5 forças e um planejamento estratégico podem dar uma direção de como a organização deve se comportar diante de seus concorrentes diretos e indiretos. Para isso, é preciso que o gestor/responsável pela organização tome algumas medidas como:

  • Investir em novas tecnologias, tanto para o aumento de sua produção como para a divulgação de sua marca através de redes sociais ou sites.
  • Conhecer melhor o seu consumidor e colocá-lo no centro das decisões.
  • Buscar a redução dos custos para aumentar o lucro ou reduzir os preços, dessa forma é possível aumentar a participação no mercado.
  • Desenvolver novos produtos ou serviços, dessa forma será possível estar sempre à frente de possíveis competidores.
  • Fazer uma análise concorrencial, pois através disso é possível entender empresas concorrentes. Alguns pontos importantes para essa análise são: a empresa concorrente já é consolidada no mercado? Quais suas vantagens competitivas? Entre outros.
  • Fazer benchmarking e pesquisas de mercado, pois deste modo é possível promover a sua empresa e ficar de olho no que está acontecendo no mercado.

Portanto, é importante atualizar a sua análise das 5 Forças de Porter periodicamente. Dessa forma, é possível se manter informado sobre o seu setor de atuação, podendo pensar em inovações que atendam o mesmo, mantendo uma relação de parceria com seus fornecedores e determinando um posicionamento competitivo para seu negócio, para que a sua empresa seja capaz de se desenvolver cada vez mais.

Podendo também, investir no relacionamento com o cliente, para que possua uma fidelidade entre as duas partes e possa alcançar uma quantidade maior dos mesmos, já que a jornada do cliente, que consiste neste relacionamento desde o momento do primeiro contato, é a etapa mais importante para continuar fechando negócios.

Feito por: Luiza Campos e Pedro Camelo


0 comentário

Deixe um comentário

Avatar placeholder

O seu endereço de e-mail não será publicado.