Empresa Júnior Mackenzie Consultoria

Blog

Em tempos de pandemia, por certo período as pessoas preferiram estar no conforto de seus lares, visando a contenção da COVID-19. Com isso, o consumo de bens e serviços diminuiu drasticamente, de modo que muitos negócios tenham sido diretamente afetados pela crise causada pelo Coronavírus.

Atualmente, estamos vivendo uma fase de flexibilização no isolamento social, onde alguns setores já podem voltar ao funcionamento normal, desde que respeitem a restrição de horários e número de pessoas no local, além da observância de algumas regras específicas como a medição de temperatura e a verificação do uso de máscara.

Entretanto, ainda assim, muitos negócios seguem sendo impactados pela falta de movimento que resulta, por consequência, em uma arrecadação muito menor. Assim, torna-se imprescindível analisar e organizar melhor os gastos da empresa, pois nesta época o faturamento tende a ser menor mas os custos se mantêm.

Importante, também ressaltar, que apesar do momento pandêmico que vivemos, manter a organização e o planejamento dos ganhos e gastos da sua empresa é sempre necessário. Elucidando, se sua empresa vende bem, mas têm os custos superiores ao valor arrecadado com a venda de produtos e serviços, ela não crescerá como deve e, assim, faz-se necessário analisar e reduzir custos.

Neste processo de redução, é necessário entender as terminologias para usá-las ao seu favor e, assim, podendo seguir para a etapa do planejamento.

O que são custos?

Custos são os gastos associados à atividade-fim da empresa, qual seja, matéria-prima, energia utilizada na produção de um bem, impostos e salários, por exemplo.

Os custos se dividem em custos fixos, que são aqueles que permanecem constantes, independentemente do aumento ou diminuição da produção; e em custos variáveis, que ao contrário do fixo, variam de acordo com a produção em maior ou menor escala.

E as despesas?

São todos os gastos que mantém a empresa viva e em funcionamento, por exemplo, os gastos relativos às áreas administrativas do negócio. Diferentemente dos custos, as despesas não influenciam na produção de um bem, que será posteriormente comercializado.

Planejamento em primeiro lugar!

Antes da tomada de decisão acerca de quais custos podem ser cortados da sua empresa, é de grande importância fazer um planejamento para entender quais podem ser reduzidos sem maiores impactos.

É interessante definir e analisar metas para o seu negócio. Durante a pandemia, as metas podem ser diferentes do que seriam em períodos normais, então, se utilizar das ferramentas de planejamento estratégico se torna ainda mais importante nesta época.

Alguns exemplos de redução de custos.

Confira abaixo algumas sugestões de corte de custos para a sua empresa, de modo que ela continue obtendo resultados positivos e mantenha-se saudável ou, ainda, que consiga passar tranquilamente por esse momento de crise.

1) Estoque

Analise as saídas do que você vende. Se há um número alto de produtos em estoque, é um sinal de que o produto não está saindo e, consequentemente, não está vendendo bem. Assim, a falta de capital de giro provoca um grande prejuízo à sua empresa: não haverá lucro, pois não há venda do produto armazenado e, ainda, este pode sofrer posterior deterioração por estar estocado.

Analisando o seu estoque, é possível perceber o que mais vende e investir nisso. Por isso, é muito importante realizar um bom controle de estoque para reduzir custos desnecessários.

2) Energia Elétrica

As medidas que objetivam a redução de custos com energia elétrica são mais simples do que parecem. Para isto, faça uma breve verificação de como a sua empresa se comporta com a energia elétrica durante a jornada de trabalho: Ao sair para o almoço e ao término do expediente, os aparelhos eletrônicos encontram-se em stand-by? Aparelhos em modo de espera também consomem energia e, mesmo que este consumo seja considerado pequeno, é um custo que pode ser reduzido através do desligamento das máquinas ou até mesmo pela compra de um filtro de linha, pois uma vez que todos os aparelhos estejam conectados à mesma fonte, há a certeza do desligamento de todos eles.

Durante o período de pandemia, ainda há um bônus de redução de energia elétrica: O ar condicionado. Manter o ar condicionado desligado e se utilizar da circulação de ar natural é uma ótima dica para manter o ambiente fresco e, consequentemente, reduzir os custos com eletricidade.

3) Internet e Telefonia

Por muitas vezes, nos “fidelizamos” a um plano de internet e telefonia por sermos clientes do produto há anos. Porém, é muito importante estarmos atualizados nos mais diversos lançamentos desse segmento, uma vez que a demanda por um serviço de internet veloz é crescente.

Assim, é muito importante que você observe com o que gasta mais: Faz ligações com frequência? Se sim, é mais comum que sejam ligações locais ou interurbanas, para telefone fixo ou móvel? Com relação à internet, é muito utilizada? A velocidade precisa ser normal ou muito alta? É necessária a instalação de mais de um ponto de wi-fi?

Através dessa análise, é possível comparar preços de planos internet e telefonia que se adequem à demanda da sua utilização. Ainda, procure por planos corporativos, pois costumam ser mais baratos.

4) Papel

Com a crescente tecnológica, é certo que há a possibilidade de a maior parte dos arquivos serem digitalizados e virtuais. Entretanto, ainda existem documentos que precisam ser impressos.

Embora os custos com papel, impressão e cópias não pareçam ser tão relevantes, com certeza ajudam a reduzir os custos da sua empresa e, consequentemente, a redução de custos impacta socialmente no cuidado com o meio ambiente.

Assim, perceba quais materiais e documentos podem ser mantidos em um drive ou até mesmo analisados frente à tela de um computador e quais devem, obrigatoriamente, ser impressos. Na necessidade de impressão, é interessante procurar pela opção frente-verso, evitando-se assim o gasto de papel.

5) Copos de café e água

Quando o trabalho é presencial, a hora do café e a pausa para a água são essenciais. Porém, o período de descontração também representa custos, mas felizmente, estes podem ser cortados.

É interessante estimular o seu time a criar o hábito de trazer uma garrafinha de água de casa. Assim, a necessidade de compra de copos de água descartáveis será mínima. Para os copinhos de café, incentive a utilização de copos reutilizáveis.

Mais uma vez, além da redução de custos na sua empresa, o impacto social e a preocupação com o meio ambiente serão notáveis.

6) Otimização de Processos

Por fim, uma dica valiosa é se utilizar do mapeamento de processos no seu negócio. Utilizando-se desta ferramenta, você poderá analisar o que está sendo útil à sua empresa e o que não está sendo tão interessante para ela. Assim, através da percepção gerada pelo mapeamento de processos, fica muito mais fácil retirar algo que não está agregando ao seu negócio.

O mapeamento de processos auxilia à identificação de processos que são mais custosos, de modo que você possa trabalhar melhor com eles objetivando a economia e redução de custos.

Com todas as dicas e conhecimentos técnicos demonstrados acima, é hora de verificar a fundo como está a sua empresa. Separe um tempo para colocar as nossas sugestões em ação, através da análise de contas e processos e, assim, identifique o que pode ser melhorado para que a sua empresa continue prosperando.


0 comentário

Deixe um comentário

Avatar placeholder

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *