Empresa Júnior Mackenzie Consultoria

A Psicologia Das Cores é um estudo que comprova como as cores influenciam nossas emoções, sentimentos e que podem ser aplicadas na área de Marketing, já que apresenta um papel importante na decisão de compra do consumidor. Além disso, essa teoria também pode ser utilizada na criação de logos e de identidade visual de uma marca, sendo benéfica tanto para passar a melhor imagem da marca, de forma assertiva e atraindo visitantes qualificados, para quanto para a fidelização do cliente.

Sobre a Psicologia das Cores

Entretanto, a Teoria das Cores só se tornou conhecida com o cientista Johann von Goethe em 1810, responsável por identificar que a variação da luz, do ambiente ou da perspectiva de outra pessoa poderia mudar a identificação das cores, com essa variação as cores podem ser associadas com as emoções como a raiva que é relacionada ao vermelho.

Atualmente, o estudo das reações em função das cores são conceitos principais do Neuromarketing, por meio da neurociência, que podemos encontrar nos marketings de conteúdo, por exemplo, baseadas em uma tática de vendas, para entendermos a mente do consumidor, alcançar a maior parcela de clientes e ganhar a confiança deles por meio da relação entre as cores.

Como aplicar a Psicologia das Cores no marketing?

Pode não parecer, mas as cores são um dos fatores mais influentes que ajudam as pessoas a tomarem uma decisão na compra de um bem ou serviço. Segundo um estudo sobre a influência das cores na decisão de compra, feita no ABC Paulista pela Professora Lideli Crepaldi, 33% dos entrevistados se sentem influenciados pela cor e embalagem do produto, sendo que outros 15% dizem que se sentem influenciados mais pelas novidades, tudo isso se dá, por influência dos vieses cognitivos encontrados no subconsciente do ser humano.

Outra forma que impulsiona a maneira como a empresa se divulga para seus leads, é por meio da escolha de logotipos, slogans e até mesmo jingles, de modo com que fixem no subconsciente do consumidor, devido a memória sensorial. Pois a partir disso, mesmo que seja por um curto período, a imagem da marca será passada e quando o consumidor precisar do produto ou serviço que a empresa oferece, ele se lembrará daquele logotipo e possivelmente a conversão desse lead será feita.

Diante disso, o processo de Branding é muito importante para construção do marketing de uma empresa. Como exemplo atual, quando uma pessoa fala da cor roxa o nosso cérebro a relaciona a uma marca e uma das respostas mais frequentes seria Nubank, pois a grande maioria das empresas não utilizam muito essa cor e é uma prova de como o Branding ajuda na construção da marca.

Na Empresa Junior Mackenzie Consultoria, oferecemos o serviço de Marketing Estratégico, a partir do nosso escopo flexível podemos encaixar “Identidade Visual” na qual confeccionamos a logomarca da empresa e montamos todos os elementos de cartilha da marca, com o objetivo de alavancar o negócio do nosso cliente.

Conclusão

Por isso é preciso ter cuidado com as escolhas de Branding da marca, para que não aconteça o efeito reverso. Afinal, a imagem de uma empresa é como se fosse a primeira impressão que os consumidores terão dela, e essa primeira impressão, muitas vezes, é o que delimita se os clientes a escolherão ou não, podendo até mesmo, ser uma maneira de os fidelizar.

Uma ilustração que facilita o entendimento das cores que se conecta com os nossos sentimentos feita pela CopyPress

Escrito por: Ana Carolina Sena


4 comentários

LtcswRIoSHdUMqm · março 27, 2022 às 10:29

OynoemZpAxh

YuhctwpOW · abril 11, 2022 às 23:39

OjvRiGsxhokVpL

yOJVaWLcfBYDC · abril 11, 2022 às 23:40

tHLVFkTR

jzsZofJTkDc · abril 17, 2022 às 20:04

wnQOJUlFk

Deixe um comentário

Avatar placeholder

O seu endereço de e-mail não será publicado.