Empresa Júnior Mackenzie Consultoria

Blog

Também conhecidos como KPI’s (Key Performance Indicators), os indicadores de desempenho são ferramentas que, através de dados e informações, buscam quantificar o desempenho e produtividade de um processo. Os indicadores possibilitam acompanhar de perto a performance de atividades, ferramentas ou estratégias dentro das empresas, analisando a eficiência e efetividade dos mesmos.

Por que usar Indicadores de Desempenho?

Através de indicadores, a empresa consegue enxergar, de forma mais clara, quais são as principais falhas que podem enfrentar através da implementação de um projeto, as estratégias capazes de melhorar a gestão ou até mesmo insights com novas ideias que se adequem às metas que desejam cumprir.

Dentro de uma empresa, quando analisados os indicadores que revelam as forças e fraquezas da equipe, além de aumentar o lucro e o fluxo estratégico, os mesmos também possuem a habilidade de auxiliar no gerenciamento de uma possível crise, ou até mesmo evita-la.

Os indicadores possibilitam identificar, no que concerne à equipe, quem são os participantes que apresentam mais proatividade, como estão ocorrendo as divisões de tarefas entre eles, e se os métodos utilizados são ou não eficientes, melhorando a produtividade e os relacionamentos, além de entregar feedbacks que estejam em sinergia com o que a empresa busca.

Como usar?

Pode ser usado para comparar resultados ao longo dos anos, dessa maneira, o crescimento ou decadência em qualquer área da empresa ficam mais claros, e o processo de aperfeiçoamento fica mais simples. Além de “autodiagnósticos”, no qual a empresa pode aplicar tais ferramentas para conseguir visualizar seus resultados atuais e compará-los com suas metas e expectativas.

É viável, portanto, para as organizações, usar os indicadores de forma estratégica, quando se busca medir ou acompanhar o resultado dos projetos em aplicação; porquanto é possível identificar de forma mais assertiva, os erros e acertos da fase de desenvolvimento para, a partir disso, tomar decisões e traçar planos de ações, se posicionando acima de possíveis concorrentes e atingindo objetivos dentro da empresa.

É muito comum que os indicadores sejam usados isoladamente em organizações que buscam alguma melhoria, para que o processo de evolução seja mais fácil, rápido e eficiente.

Há outras possibilidades de uso dos indicadores, a citar, para promover a comparação de resultados entregues pela empresa, ao longo dos anos, análise dos dados obtidos, ou até como garantia da estabilidade da organização.

Quais Indicadores de Desempenho utilizar na minha empresa?

Os tipos de indicadores diferem de acordo com a necessidade de quem irá usá-los; de índice de lucratividade a índice de produtividade, é interessante que a empresa entenda suas principais metas e, a partir daí, busque qual se adequa melhor aos seus objetivos. Cabe, portanto, ao aplicador dos métodos, moldar o indicador para que se encaixe corretamente em suas necessidades.

Os dados são apresentados em forma de porcentagens e números, podendo medir diversas ferramentas relacionadas a um projeto, como por exemplo: rejeição, efetividade, produtividade, entre outros.

A seguir, selecionamos alguns indicadores de desempenho a fim de apresentar exemplos e explicar de forma mais precisa quais tipos podem se adequar a suas necessidades.

Tipos de Indicadores de Desempenho

Começando pelo Indicador de Lucratividade; este pode auxiliar no controle financeiro da empresa. Levando em conta fatores como despesas, lucro líquido e índice de lucratividade, a ferramenta fornece dados precisos e úteis para que haja um acompanhamento financeiro.

O Indicador Turnover é outro exemplo. É utilizado para medir a rotatividade da empresa e, dependendo de seus resultados, pode apontar GAPs ou um feedback positivo do clima organizacional. Seu principal objetivo é ajudar a responder o porquê da alta ou baixa rotatividade de funcionários.

Há também o Indicador de Conversão de leads em clientes, que está relacionado com o marketing digital. De forma resumida, essa ferramenta indica quantos dos visitantes e seguidores das redes de divulgação de uma determinada empresa estão efetivamente se tornando clientes e requisitando seus serviços. Os resultados fornecidos são ótimos para medir a qualidade e até efetividade do marketing produzido pela empresa.

Já o Indicador de Produtividade serve para medir o rendimento de processos, ou seja, se estão sendo eficientes em seus resultados e utilizando seus recursos de forma correta. Pode ser trabalhado em diversas células de uma empresa, levando em consideração seus recursos individuais.

O Indicador de Eficácia possui como objetivo apresentar à empresa o quão perto está de alcançar seus objetivos e concluir suas metas. A eficácia, portanto, está diretamente relacionada com o processo concluído e entregue, metrificando a satisfação obtida, o tempo de trabalho, o desempenho dos funcionários, entre outros fatores.

Também muito usado, o Indicador de Competitividade analisa o mercado em que a empresa está inserida, entregando resultados que se adequem ao cenário exibido. A partir das métricas, os indicadores fazem com que a empresa saiba as vantagens que possuem e áreas que ainda não marcam presença, ofertando a elaboração de possíveis estratégias intencionais para cada segmento.

Existem diversos outros tipos de indicadores: qualidade, estratégia, entregas, reclamações etc. Cada um pode ajudar no processo de inovação e melhoria de serviços da empresa, de acordo com a área que se quer aprimorar ou acompanhar.

Devo usar todos os tipos de Indicadores de Desempenho?

De acordo com o texto, conseguimos conhecer diversos tipos de indicadores, cada um se adequando ao seu propósito e objetivo, porém a informação mais relevante é que você não precisa utilizar todos. Caso você escolha diversos tipos de indicadores para implantar em sua empresa, dificilmente conseguirá manter o controle e o acompanhamento de todos estabelecidos, podendo gerar consequências negativas pela ausência de organização.

Com isso, indicamos que, de acordo com o seu negócio, sejam estabelecidos aqueles que se encaixam melhor com a visão e valores do estabelecimento, e que sejam capazes de melhorar possíveis GAPs que a empresa possua. Por exemplo, se está observando um alto número de rescisões ocorrendo nos últimos meses; logo, seria importante fazer uma análise do Indicador Turnover, com intuito de medir a rotatividade e entender o que está causando esse número expressivo.

Conclusão

É possível visualizar, portanto, a importância dos Indicadores de Desempenho em sua variedade de tipos e quantidade vasta de fins para uso. Por serem ferramentas que podem ser facilmente adaptadas para a aplicação em qualquer meio, ou qualquer setor, a utilização de indicadores de desempenho é uma excelente maneira de entrar nos trilhos levando uma empresa ou organização ao sucesso através do aperfeiçoamento de suas ferramentas.

Dado todo o exposto, se torna inequívoca e manifesta a importância dos Indicadores de Desempenho como facilitadores natos no ramo da administração empresarial, podendo otimizar tempo e serviço dentro das organizações, principalmente com tantos meios cada vez mais modernizados, e que assumem formas cada vez mais tecnológicas e acessíveis. Com certeza será de grande valia para qualquer empresa, que busque compreender melhor seus resultados e traçar estratégias factíveis de serem executadas, mantendo sempre um bom clima organizacional e buscando formas de fixar seu lugar no mercado de trabalho por meio dos melhores planos de ações possíveis.

Autoras: Ana Julia Fernandes e Carolina Laguna


0 comentário

Deixe um comentário

Avatar placeholder

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *