Empresa Júnior Mackenzie Consultoria

Blog

Estar presente na internet e inserir serviços no marketing digital se tornou uma lição de casa para as empresas atualmente. Segundo uma pesquisa feita pela organização Emarsys em 2019, cerca de 3,2 bilhões de pessoas usavam ao menos uma rede social, o que equivalia a 42% da população mundial. De certa forma, esse número provavelmente aumentou com a presença da pandemia e, consequentemente, a instauração da quarentena.

Ter uma boa participação on-line ajuda a empresa a facilitar a conquista de novos clientes, reduzindo custos e aumentando a visibilidade da sua marca. Dentre as diversas vantagens, podemos citar a facilidade de acesso, o posicionamento assertivo no mercado, a otimização de processos, entre outras.

Por outro lado, apesar dos benefícios, isso não é garantia imediata de vendas, já que é necessário utilizar métodos para se destacar nas páginas de busca e nas redes sociais. Como já comentado em nosso blog existem técnicas de otimização que, quando aplicadas, possibilitam um site ganhar posições importantes na busca do Google e de outras plataformas de pesquisa.

Este assunto, sobretudo, é muito importante em um cenário de mais de 3,5 bilhões de pesquisas diárias, com uma média de 1,2 trilhões de buscas por ano. Ou seja, existem muitos sites, plataformas e usuários, sendo fundamental a utilização desses métodos para a empresa possuir uma visibilidade on-line considerável.

Diante disso, trataremos de uma das estratégias mais utilizadas: o SEO (Search Engine Optimization). Atualmente, muitas organizações usam o SEO em seu planejamento e têm conseguido se posicionar no mercado, ganhando maior visibilidade e atraindo mais leads.

O SEO nada mais é do que um conjunto de mecanismos digitais que faz a otimização de sites. Ele funciona a partir da escolha das palavras-chave relacionadas com sua marca. Com isso, é feito o posicionamento e a estrutura para que a sua página fique entre as primeiras colocadas nos maiores buscadores da internet, como o Google.

Resumidamente, esse método consiste em processos que irão aumentar a visibilidade e o ranqueamento do site da empresa. Para isso, é muito importante entender como funcionam as plataformas de busca, já que elas possuem algoritmos que analisam e qualificam todos os domínios pertencentes a organização.

SEO On Page e SEO Off Page são as duas divisões de processos dessa estratégia. Sendo suas principais ações, entenderemos as diferenças existentes a seguir.

SEO On Page

O SEO On Page reúne todas as práticas realizadas no site ou blog da empresa. São mudanças que dependem apenas dessa parte, envolvendo a leitura específica da estrutura da página por parte dos algoritmos das plataformas de busca. Sobretudo, são várias ações realizadas direta e internamente.

Essa frente promove um diagnóstico do site, desenvolvendo atitudes com o propósito de aprimorar o ranqueamento em buscas. Entre os aspectos de posicionamento estão:

  • Title tag : Uma das primeiras informações que serão rastreadas pelos algoritmos em sua página é o atributo title tag, que nada mais é do que o seu título. Os títulos, por serem o primeiro contato que o usuário terá na busca, precisam ser chamativos e objetivos, além de possuírem de uma a duas palavras-chave e estarem no formato heading tags (h1, h2 e h3), caso o conteúdo seja longo.
  • URLs amigáveis : O endereço de uma página (URL) também é uma técnica de posicionamento. Longos endereços, com números e códigos incompreensíveis são fatores que podem gerar um ranqueamento ruim do site. Normalmente, a URL é gerada automaticamente, mas em alguns casos é preciso alterá-la para ela se tornar dinâmica e de fácil memorização, para isso existem sistemas específicos. O importante aqui é que o usuário consiga reconhecer o conteúdo só de olhar para o endereço.
  • Meta description : Isso é a descrição resumida do seu site ou do conteúdo. Ela aparece logo abaixo do título principal na plataforma de pesquisa. De certa forma, ele serve como um impulso para fazer o visitante clicar no link, além de ajudar o algoritmo do buscador a reconhecer o tema. O meta description deve ser cuidadosamente elaborado, promovendo qualidade e objetividade. Aqui vale a pena apostar na chamada Call To Action (CTA).
  • Palavras-chave : As palavras-chave são importantes a todo momento, quando se tem um site. Elas são responsáveis por atrair tráfego e, dependendo do tipo de termo usado, determinar também a qualidade desse tráfego, isto é, quem realmente está interessado em comprar um certo produto e quem não. Para definir as palavras-chave, é preciso pensar em qual é o problema do seu público e utilizar palavras familiares que otimizem o processo de busca.
  • Conteúdo : Sendo um tópico fundamental para o uso do SEO, é importante criar conteúdo relevante e informativo que irá solucionar o problema do público-alvo da empresa. Sobretudo, quando as pessoas entram em um site de busca, elas esperam encontrar respostas que vão sanar as suas dúvidas. É importante que a empresa entenda a demanda e se adapte para intensificar suas prospecções.

SEO Off Page

O SEO Off Page é o conjunto, basicamente, das ações feitas fora do site ou blog da empresa. Alguns exemplos, são as diversas divulgações, as quais são meios para expandir o reconhecimento e a relevância da página da organização. De certa forma, elas podem ser feitas em outros sites e até em outras redes sociais.

Caracterizando-se como links externos para o comércio na internet, o SEO Off Page pode atuar com parcerias, redes sociais, menções ou comentários que apontem para o seu conteúdo. Algumas estratégias serão explicadas a seguir:

  • Parcerias : A estratégia de links externos, informada anteriormente, se encaixa muito bem aqui. Conseguir indicações de domínios com relevância aumentará a influência do site da empresa e isso pode ser feito através de parcerias. Essa parte é posta em prática através da troca de “linkagens” e do guest blogging, por exemplo. Claro que é importante ambos os públicos das organizações serem semelhantes para que a estratégia seja eficiente.
  • Comentários : Comentários que redirecionem para o site em outras publicações é uma forma de executar o SEO Off Page. Com menções de forma positiva e relevante, há um melhor posicionamento do seu domínio na internet, o que traz um público maior. Aqui é fundamental ter sempre uma contextualização, para evitar spam e um baixo ranqueamento.
  • Redes sociais: Sobretudo, as redes sociais são um importante mecanismo para a empresa ter um bom marketing digital. Elas servem para atrair tráfego, aumentar o alcance das postagens da empresa e atuar na promoção da marca fora da página. Essas plataformas são uma boa opção para trocar conteúdo com o público-alvo e promover a interação entre empresa e cliente. Aqui, é legal analisar o alcance das redes através do número de curtidas, compartilhamentos e de visualizações.

Por que investir nessas estratégias?

Desenvolver boas estratégias de SEO On Page e Off Page é essencial para melhorar o posicionamento do site da organização e alavancar a sua presença no mundo digital, o qual está cada vez mais disputado e exigente. Apesar das diferenças entre essas técnicas, ambas possuem um objetivo comum: a conquista de um posicionamento melhor nas buscas.

Além da alta visibilidade, existem outros benefícios como: mais tráfego para as redes da empresa, maior prospecção de leads qualificados, consequentemente mais vendas e um alto custo-benefício.

Com isso, o SEO permite que você se destaque no mercado e surpreenda a concorrência, visto que mais público será atraído e mais retorno a empresa terá. Não deixe de investir, vale a pena!

Autor: Emerson Santos


0 comentário

Deixe um comentário

Avatar placeholder

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *